VIGILANTE QUE DEIXOU O TRABALHO APÓS ASSALTO CONSEGUE REVERTER JUSTA CAUSA

Um vigilante que abandonou o posto de trabalho após assalto conseguiu reverter a demissão por justa causa. A decisão foi tomada pela Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho, que rejeitou o recurso de revista da Amazon Security Ltda., de Manaus (AM). Segundo a Turma, o recurso não atendeu às exigências necessárias por lei.